sexta-feira, 30 de março de 2012

Orquideas

ORQUÍDEAS


Li dia desses uma crônica sobre amor orquídea, aquele que para sobreviver suga do outro as sua seiva e energia. Situação muito mais comum do que se pensa. A desigualdade nas relações seja de que ordem for tem origem na necessidade de poder tão estimulada pela nossa sociedade cada vez mais competitiva ao mesmo tempo em que elege a contemplação e a meditação como hobby, pura hipocrisia. Quando em qualquer relação e principalmente nas amorosas um se sente poderoso e o outro fraco é sinal de que tudo está indo muito mal apesar das aparências. Quem ama não deseja tampouco se deixa submeter, no amor o que pode haver é dependência mútua e mesmo assim até o segundo capítulo, sem sofrimento, mas por prazer. Carência e poder só geram sofrimento e angústias, nunca o prazer e a alegria que se espera de uma relação.

Até a próxima postagem. Fui

terça-feira, 27 de março de 2012

Arroz Arbóreo


Arroz arbório




O arroz arbóreo é um arroz para o preparo de risotos. O nome “arbóreo” vem da cidade italiana na qual a cultura foi desenvolvida pela primeira vez. Os grãos são longos, arredondados e de cor perolada, além de serem ricos em amidos, sais minerais e carboidratos.
O arroz arbóreo possui sabor e cremosidade marcantes e, após o seu cozimento, possui consistência “al dente”, ou seja, tem um pouco de crocância deixando o risoto cremoso ao mesmo tempo. Mas você sabe o que deixa com essa cremosidade? Alta concentração de amido se desprende durante o cozimento e há uma porosidade que permite maior absorção dos molhos e condimentos.

Receita de Arroz Arbóreo com Aspargos: 

Ingredientes
- 200g de aspargos cortados em pedaços pequenos
- 4 colheres de azeite de oliva
- 1 colher de café de alho
 350g de arroz arbóreo
- 1 cálice de vinho seco branco
- 1 tablete de caldo de carne
- Sal, pimenta, noz-moscada e salsa fresca.
- Queijo parmesão ralado

Ferva 1,5 litros de água e reserve. Em uma panela grande, aqueça o azeite em fogo moderado e acrescente as cebolas. Acrescente o Arroz e o alho e o caldo de carne. Coloque o vinho e mexa por dois minutos. Acrescente os aspargos e vá colocando a água aos poucos, mexendo sempre. Continue mexendo até o risoto ficar cremoso. O Arroz Arbóreo deve ficar al dente, o que leva uns 20 minutos. Verifique o sal, acrescente a pimenta, a noz-moscada e sirva salpicado com queijo e salsa.

 

Bolinho de arroz arbóreo 


 

Ingredientes:
1 xícara de arroz arbóreo cozido com 1 tablete de caldo de galinha, 1 colher de café de açafrão
2 gemas
4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
5 colheres de sopa de farinha de trigo
1 colher de café de fermento químico
orégano à gosto
salsinha e cebolinha à gosto
1 pitada de noz moscada
1 colher de sopa de mostarda
sal e pimenta do reino à gosto


Modo de Preparo:
Misture todos os ingredientes com um garfo (ou passe no processador)
Faça bolinhas na palma das mãos, abra uma cavidade e coloque 1 pedaço de mussarela
feche bem os bolinhos passe na farinha de rosca, e frite em óleo em temperatura média até dourar e escorra em papel absorvente.
rendimento:-10 porções

Arroz Doce Brûlée




Quando o arroz estiver cozido (experimente), provavelmente irá sobrar uma xícara do leite fervido. Desligue o fogo, retire a canela, a casca do limão e os cravo

Essa receita começa com um arroz doce que de tão cremoso parece uma mousse! Para reproduzi-lo você vai aquecer 1,5 litros de leite. Assim que ferver, desligue o fogo.
Em uma panela, de preferência de fundo grosso, adicione 1 xícara de arroz arbóreo 1 xícara do leite fervido, 1 pau de canela (grande), casquinha de meio limão (não é ralada é tirada na faca, como se estivesse descascando o limão, vira uma espiral), 2 cravos da índia e 4 colheres de sopa de açúcar. Mantenha em fogo baixo mexendo sem parar, é o mesmo procedimento do risotto. Você vai mexendo até o leite ir secando, quando reduzir bem, adicione outra xícara do leite fervido, e vai repetindo este procedimento até o arroz estar totalmente cozido. Tenha paciência porque leva de 30 a 45 minutos (mais ou menos).

s, adicione essa xícara de leite que sobrou e 1/2 caixinha (ou lata) de leite condensado. Misture, tampe a panela e deixe descansar por 15 minutos.
Coloque em um recipiente e leve à geladeira. Está prontinho para ser consumido. Se quiser, pode polvilhar canela.
Para fazer a casquinha que dá a característica Brûlée, basta polvilhar açúcar e usar o maçarico. 
Está aí uma receita de arroz doce com sabor de nuvem. 

Todos os ingredientes são encontrados as COOCERQUI de Cerquilho, Boituva e Tietê.

Até a próxima postagem. Fui!

AIPO
O aipo, ou salsão, é utilizado como alimento e condimento em saladas, sopas e molhos. Na Grécia antiga, era considerado sagrado e foi utilizado em emblemas de nobres. É encontrado fresco ou em sementes moídas e misturadas com sal para o preparo do sal de aipo. O aroma das sementes é de aipo fresco, com um leve fundo amargo. O aipo, ou salsão, é usado para saladas em pratos cozidos à de peixes, carnes e aves e as folhas são usadas para aromatizar os caldos. O sal de aipo já é usado para realçar o sabor das saladas, dos molhos das sopas.


domingo, 25 de março de 2012

Vanguarda


“Avant-garde” *

O pintor estava acabando de retocar seu quadro quando a mulher entrou e começou a discutir. Discussão vai, discussão vem (na realidade a conversa vinha mais do que ia, pois ela não o deixa falar) veio de lá também uma vassourada. Malandro, o pintor já acostumado às investidas da esposa baixou a cabeça. O instrumento (mortal, quando manejado pelas mãos hábeis de esposa casada com comunhão de bens) atingiu o quadro. A tinta fresca se esparramou e o quadro ficou irreconhecível. Irritado, ele não se incomodou em fazer outro. Mandou-o assim mesmo para a Bienal. Mas, a julgar pela opinião da crítica que deu o Grande Prêmio ao quadro, ela compreendeu perfeitamente as condições que presidiram à confecção do mesmo. Eis a crítica: “Há, neste quadro de Pedro Gôngora, mais violência do que todos os seus trabalhos anteriores. Sente-se nele um conflito latente entre a execução inicial e o acabamento rápido, rude, como se o pintor quisesse nos exprimir as várias fases da alma humana, aqui branda e preocupada, ali agressiva e sem direção. Vê-se perfeitamente que ele se curvou neste seu trabalho só levando a cabeça quando o quadro já estava completo. É uma obra que contém uma colaboração estranha ao nosso acervo artístico, como se nela estivesse realizado, sem retoque e sem rebuscamento, um flash rápido e conciso de reação fundamental da alma humana”.
* “Vanguarda”, em francês. Millor Fernandes.
Até a próxima postagem. Fui!
Ah! "A pinicilina é um mofo. Para produzir efeito é preciso conservá-la em lugar bem seco, do contrário poderá mofar". Barão de Irararé - Jornalista

sexta-feira, 23 de março de 2012

O marido e as compras

PORQUE AS MULHERES NÃO DEVEM LEVAR OS MARIDOS PARA AS COMPRAS

Depois que me aposentei, minha mulher insiste que eu a acompanhe quando vai fazer compras no supermercado. Infelizmente, como a maioria dos homens, eu acho que fazer compras é chato e tenho que ficar inventando formas de passar o tempo. E a minha mulher é igual à maioria das mulheres, fica horas fazendo compras. Resultado: ontem, minha querida esposa recebeu a seguinte carta da gerencia do Super: 

Cara Sra. Souza,

Durante os últimos seis meses, seu marido tem causado grandes transtornos em nossa loja. Não podemos mais tolerar seu comportamento e, portanto, somos obrigados a proibir sua entrada. Nossas queixas contra seu marido estão listadas abaixo e documentadas através de nossas câmeras do circuito interno.

1. 15/Junho: Pegou 24 caixas de preservativos e colocou-as nos carrinhos de compra de outros consumidores enquanto não prestavam atenção.

2.. 02/Julho: Acertou TODOS os alarmes da seção de relógios para tocarem a intervalos de 5 minutos.

3. 07/Julho: Fez uma trilha de molho de tomate pelo chão da loja indo até o banheiro feminino.

4. 19/Julho: Dirigiu-se a uma funcionária e disse em tom oficial: “Código 3 na seção de Utilidades Domésticas. Dirija-se imediatamente para lá”. Isto fez com que a funcionaria abandonasse o posto e fosse repreendida pelo gerente, o que resultou em grave incidente com o sindicato dos empregados.

5. 14/Agosto: Moveu o aviso de “Cuidado – Piso Molhado” para a seção de carpetes.

6. 15/Agosto: Disse para as crianças que acompanhavam os clientes que elas poderiam brincar nas barracas da seção de camping se trouxessem travesseiros e cobertores da seção de cama, mesa e banho.

7. 23/Agosto: Quando um funcionário perguntou se ele precisava de alguma ajuda, ele começou a chorar e gritar: “Porque vocês não me deixam em paz?” O resgate foi chamado.

8. 04/Setembro: Usou uma de nossas câmeras de segurança como espelho para tirar tatu do nariz.

9. 10/Setembro: Enquanto examinava armas no departamento de caça, perguntava insistentemente à atendente onde ficavam os antidepressivos.

10. 18/Outubro: Escondeu-se atrás de um rack de roupas e quando as pessoas procuravam algum artigo, gritava: “Você me achou, você me achou!”

11. 21/Outubro: Cada vez que dava aviso no sistema de som da loja, colocou-se em posição fetal e gritava: “Ah não, aquelas vozes de novo!”

E por fim:

12. 23/Outubro: Foi a um dos provadores, fechou a porta, esperou um
momento e então gritou: “Hei, não tem papel higiênico aqui.” Uma de nossas atendentes desmaiou.

Obrigado, Oswaldo - Gerente Administrativo da Rede. 

Preciosos amigos muito obrigado por fazer este blog acontecer. Até a próxima postagem. Fui!
Ah! Existem pessoas que não podemos contar com nada. Egoístas acham que o mundo está aos seus pés, os demais são descartáveis na hora que bem entenderem.





quinta-feira, 22 de março de 2012

Personal Organizer

“Personal Organizer”

Uma das profissões novas de grande sucesso, em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, é a de “personal organizer”, que se especializam na organização de casas e escritórios para quem não tem tempo ou não são dotadas do espírito da ordem (isso existe, sim, em comportamento).
Uma firma paulistana de uma empresária de visão, está fazendo o maior sucesso ao explicar ao cliente o quanto a organização ajuda a mente a se manter integrada, concatenada e pronta para captações outras em seus quadros mentais. Para isso, vale-se de um profissional em comportamentalismo. Antes de tudo, é preciso distinguir organização de ordem. Esta é de cada um, do sentido pessoal do lugar em que as coisas devem estar.

Organização é universal, que exige força de vontade, disciplina e a inteligência de se perceber o quanto é facilitador no cotidiano, saber guardar e arrumar de acordo com a realidade vivida. Ou seja, não basta arrumar, é preciso saber distribuir. É outro papo.
Até a próxima postagem. Fui!
Ah! Nada mais perigoso do que ter certeza que está com a razão.

terça-feira, 20 de março de 2012

Nutella e Fugini

 

Nutella... 

 

Aquele tão famoso creme de chocolate e avelãs.
Essa delícia pode ser degustada com bolacha água e sal, torradinhas... Prove esta gostosura!:

Pavê de morango e Nutella:


Ingredientes

1 pote de Nutella (200g)

1 lata de creme de leite sem soro

1 pacote de biscoito champanhe

2 caixa de morangos

 

Modo de preparo

 

1. Em uma tigela, bata muito bem a Nutella e o creme de leite até formar um creme. Reserve.
2. Lave, seque e pique os morangos.
3. Umedeça os biscoitos no soro do creme de leite.
4. Em taças individuais ou em refratário alterne camadas de creme de Nutella, biscoitos umedecidos e morango. Leve para gelar.

Dica:
toda sobremesa com morangos frescos deve ser consumida no mesmo dia.  
Outra tentação: Trufa de Nutella
Ingredientes

2 potes de 350g de Nutella
500g de chocolate meio amargo derretido
1 lata de creme de leite sem soro
2 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa de uísque
Cacau em pó para passar as trufas

Modo de preparo

Leve o creme de leite, o mel e a Nutella no fogo até ferver, desligue e junte o chocolate misturado até obter um creme liso e brilhante. Coloque o uísque e misture. Leve a geladeira por duas horas até endurecer. Com ajuda de duas colheres, faça bolinhas e jogue no cacau.


Fugini Apresenta a Primeira Linha de Cremes de Avelã, cacau e  Chocolate Branco Nacional
A Fugini Alimentos apresenta com exclusividade para o mercado nacional uma linha de cremes deliciosos: Creme de Avelã com Cacau, Creme de Amendoim com Cacau e Creme sabor Chocolate Branco. Preparados com avelãs altamente selecionadas, cacau, chocolate branco e leite, o grande diferencial da nova linha Fugini é a capacidade dos produtos se manterem cremosos mesmo depois de irem à geladeira, diferente de outros que após refrigeração ficam duros e quase impossíveis de serem retirados dos potes.

           Alimento rico em energia e sabor, ideal para ser passado no pão, no café da manhã – tão comum nos Estados Unidos e no Canadá – ou para apenas complementar a preparação de receitas da gastronomia tradicional ou exclusiva, a nova linha já pode ser encontrada em embalagem plástica de 200g, que evita possíveis quebras, com 11% a mais de produto e por apenas R$ 3,50.
           Informações ao consumidor pelo site www.fugini.com.br ou pelo telefone 0800-702-4337 (ligação gratuita).

Fugini Alimentos sugere prato clássico que todo mundo adora.


Ingredientes
1 kg de filé (mignon ,alcatra ou patinho) cortado em tiras finas temperadas com sal a gosto
2 colheres (sopa) de manteiga
1 cebola grande picada
200 g de champignon laminado
5 colheres (sopa) de molho inglês
1 lata de creme de leite sem soro
5 colheres de (sopa) de ketchup
2 colheres (sopa) de mostarda
sal e pimenta do reino a gosto
1 colher (sopa) de farinha de trigo dissolvida em 1 lata e
meia de leite (utilize a mesma lata do creme de leite)


Preparo
- Numa frigideira em fogo médio com manteiga frite aos poucos o filé (mignon ,alcatra ou patinho) cortado em tiras finas temperadas com sal a gosto. Reserve.
- Numa panela grande com manteiga doure A cebola grande picada. Assim que dourar acrescente o champignon laminado e a carne (reservada acima). Refogue por mais uns 5 minutos.
- Adicione molho inglês . Num recipiente misture o creme de leite sem soro, o ketchup, a mostarda, sal e pimenta-do-reino a gosto e farinha de trigo dissolvida em uma lata de leite (utilize a mesma lata do creme de leite). Coloque esta mistura na panela (que está à carne refogada) e cozinhe por mais 5 minutos em fogo médio. Retire do fogo e sirva .


* Dica Fugini: Sirva acompanhado de batata palha, arroz branco e salada de folhas.


Tempo preparo: 40 min
Rendimento: 8 a 10 porções
Grau dificuldade: fácil

Todos os ingredientes são encontrados nas COOCERQUI de Cerquilho. Boituva e Tietê.

Até a próxima postagem. Fui!

Ah! AÇAFRÃO

De origem mediterrânea, o açafrão é utilizado para dar cor amarela a determinados pratos, como paellas, molhos e risotos. É constituído pelos estames secos de uma flor (crocus sativus). Tem coloração laranja bem escura, aroma forte e sabor agradável, ligeiramente amargo. Geralmente é utilizado em pratos à base de frango, peixes e crustáceos, além de biscoitos e arroz.

segunda-feira, 19 de março de 2012

A formiga e a cigarra

A Cigarra e a Formiga
As cigarras são simpáticas, alegres, adoráveis, generosas e que ninguém pense em dividir uma conta de bar. Nunca ele vai deixar – é mais forte que eles.
Coisa boa é viajar em companhia de uma cigarra. Além de esbanjarem em compras e presentes – régio – para os amigos, as notas de cem dólares parecem que se multiplica em suas mãos.
Elas usam e abusam dos cartões de crédito, e com tal displicência que se tem – aliás, elas têm a impressão de que a conta nunca vai chagar. Detalhe: se você esqueceu a carteira no hotel, a cigarra te empresta 300 dólares e nunca vai se lembrar de cobrar. Mas quando precisar pedir algum dinheiro a você que seja cem ou 10 mil vai esquecer de pagar – faz parte da personagem.
Ser na vida não tem nada a ver com ser rico ou pobre. É um estado de espírito, uma atitude e o prazer de gastar dinheiro – que tem ou não – até o último centavo.
Como são encantadoras as cigarras. Tudo para elas é fácil.  Dão um pré-datado sem pensar duas vezes – aliás, nem duas nem uma – e têm essa qualidade deliciosa que é a ausência total de preocupação. Nunca falam em dinheiro e são convictas de que ele sempre pinta.
Não existe nada mais agradável do que conviver com uma cigarra. Elas são leves, bem-humoradas, alegres, otimistas e acham que no fim tudo dá certo. Quando entrar numa sala e quiser saber quem é cigarra e quem é formiga basta procurar quem não tem vinco entre as sobrancelhas. Cigarras não franzem a testa jamais.
Já as formigas passam a vida pensando no futuro, se vai ter um teto para morar quando ficarem velhas, de que vai viver e por aí vai. O grande sonho da formiga é o da casa própria, e uma vez o teto comprado – e integralmente pago – começa a pensar no dos outros: o dos filhos, o dos netos, o dos amigos.
Uma formiga não joga nada fora, nem comida ela deixa no prato – não pode com tanta gente passando fome.

 
Danusa Leão

Até a próxima postagem Fui!


Ah! Despedida


Toda partida parece dia de chuva.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Planeta Terra

Passeando pelo Planeta Terra

Os fantásticos campos de tulipa na Holanda



A rodovia Transatlântica na Noruega


Fazendo trilhas pela Ilha de Vancouver, Canadá


O Castelo de Hohenzollern na Alemanha


Amanhecer no Porto de Hong Kong 


Os caçadores com suas águias na Mongólia


Um iceberg na Antártica 


O Vale de Jiuzhaigou na China


A Costa de Kauai no Hawaii


Andando de caiaque na Baia dos Glaciers no Alaska 


Mais um passeio de caiaque, só que 
por um lago no Leste do Canadá


Um Templo abandonado no Laos


A Ilha de Corais de Lady Musgrave, na Austrália 



O Lago Malawi na África 


A praia de Le Trepórt, Norte da França 


Uma praça e seu monumento em Lisboa, Portugal 


Passeando pela Hang Son Doong, a 
maior caverna do Mundo, no Vietnã


O florido Lago Tekapo na Nova Zelândia 





O Lago dos Espíritos no Canadá 


Os campos de alfazema na França 


Um rio sinuoso na Columbia Britânica 


A Via Lactea vista da Cordilheira do Himalaia


O Monastério de Athos, na Grecia


 O nascer do sol nas Colinas Palouse, em Washington


Uma casa na montanha de Kalabaka, na Grecia 


Passeio solitário no Deserto da Namíbia 


Trilhando pela Montanha Hehuan, em Taiwan


Uma pequena fazenda na Nova Inglaterra

Até a próxima postagem. Fui!
 Ah! O que é blog? Blog é um diário online no qual você publica histórias, idéias ou imagens.