quinta-feira, 21 de junho de 2018

Só trios daqui, dali e de acolá:



























































Interior da igreja matriz São José de Cerquilho

Até a próxima postagem. Fui!

Ah! A carne assassina



O governo deu uma de bonzinho, amigo do povo, ao colocar nos maços de cigarros homens cadavéricos, em cadeiras de roda, fígados escurecidos, impotentes sexuais... Valeu para escancarar todas as mazelas dos malefícios do fumo. De nada adiantou e nem adiantará. Influenciado por amigos..., enquanto um deixa de fumar dez inicia e os fabricantes comemoram. 

Mais dia, menos dia, com a carne vermelha acontecerá o mesmo. Ela não será proibida, porque haverá lobby de produtoras, frigoríficos (...), açougues, churrascarias, restaurantes... mas, não se surpreenda, se a picanha na brasa chegar a sua mesa com alguma advertência: imagem de um caixão de defunto, um cemitério, uma caveira, ossos cruzados... Como se a carne fosse uma bandida desclassificada. Cruz credo! Sem prazer, a vida não vale a pena!