sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Gente que brilha daqui, dali e de acolá:





























































Jardim residencial de Cerquilho

Até a próxima postagem. Fui!

Respingando

As leis brasileiras são encantadoras, uns mimos, para dar inveja aos países bem mais adiantados. Por exemplo, caso você mate uma pomba, dessa que emporcalha a cidade e um fiscal do Ibama bater à sua porta... Sem pestanejar mate o fiscal (brincadeirinha). Na certa, por ter matado um humano, você terá que enfrentar os tribunais, mas dificilmente irá preso. Já com a morte da pomba, considerado crime inafiançável vai ter que amargar, no mínimo, 3 anos de prisão, sem barriga me dói.

Não sei o porquê da Secretaria da Educação se chamar assim. Bem mais didático seria: Secretaria do Ensino. Assim, quem sabe, determinados país acabariam assimilando que a educação se aprende em casa e a ler e escrever na escola. Confundem educação com instrução. E, senhores pais, tem outra coisa: Prepare o seu filho em casa, porque, não há duvida, quem vai chorar na porta da cadeia, no túmulo ou cuidando de um cadeirante, não vai ser o professor serão os senhores mesmo.

Bate uma tristeza danada ao passar na frente de uma casa e ver que o canteiro, antes florido, foi todo cimentado, deixando para que grandes vasos substituam a terra. Fica a impressão que na casa houve um crime e a vítima ali foi enterrado. Cruz credo. Viva o verde.