segunda-feira, 21 de maio de 2018

COOCERQUI - Receitas de Yakissoba:


Amanhã, terça-feira, dia 22 de maio, atendendo à solicitação do Depto. de Marketing da COOCERQUI, o blog vai postar receitas de YAKISSOBA: Yakissoba de coxão mole suíno ou bovino / Yakissoba de camarão / Yakissoba de frango com legumes e Yakissoba simples. A última receita vem com o passo a passo. Imperdível!







sexta-feira, 18 de maio de 2018

Gente descolada daqui, dali e de acolá:










































Todas as fotos são da família Grando e agregados


Área central de Cerquilho
Até a próxima postagem. Fui!

Ah! O humor pode ter malícia, não maldade. Não podemos criticar defeito físico de ninguém. A pessoa não tem culpa nem pode modificar a realidade. Se a crítica não pode ser construtiva é preciso refletir se ela é cabível ou então necessária. Nem todo gordo aceita ser chamado desta forma, muito menos de balofo. Se a pessoa tiver orelha de abano para que ficar a toda hora lembrando desse complexo. Se uma pessoa for feia, porque ficar lembrando desta condição a todo momento. Se as pessoas exageram na dose da vaidade para que agredir esse aspecto da sua personalidade. Proceda da mesma forma com termos como baixinho, narigudo, beiçudo, careca, caolho, barrigudo etc. Trate com dignidade os deficientes físicos e use a palavra técnica e não populares e ofensivos para designa-los. Assim, por exemplo, estrábico e não vesgo, impotente e não brocha. Outros termos a evitar são caolho, maneta, perneta, manco etc. Agindo dessa forma você estará atraindo mais pessoas para o seu aconchego para dividir, somar e multiplicar.

COOCERQUI - Ofertas válidas de 18 a 20 de maio:




quinta-feira, 17 de maio de 2018

Gente descolada daqui, dali e de acolá:






















Tunica, minha cachorra vira-lata, um encanto dentro de casa. 





























Avenida Washington Luiz, próxima ao Centro de Eventos Municipal- Cerquilho

Até a próxima postagem. Fui!

Ah! Até a pouco tempo adotar um vira-la ou tombalatone como outros dizem, não pegava bem.  No entanto com o passar do tempo esses cães foram se apurando, se desenvolvendo gerando padrões de temperamento bem específico. São resistentes por natureza, de uma inteligência peculiar, leais, apegados aos donos, fáceis de serem educados, bons cães de alerta e se adaptam a vários tipos de família. Por essas razões acho que os vira-latas são os cães da moda! Quem diria!



“Certo dia, um tio prometeu me dar um violão. Enquanto ele não cumpria a promessa peguei uma régua T e coloquei tachinhas, elásticos e marquei os trastes para ir aprendendo as posições e as trocas de posições. Assim, quando ganhei o violão, cinco ou seis meses depois já conseguia formar os acordes lá maior, lá menor e dó maior. Cheguei inclusive a fazer uma serenata para uma namorada e às vezes saia, com meu violão, por algumas das ruelas da colônia onde vivia”. Trecho do livro Chaves – história oficial ilustrada da Universo dos Livros.