segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Gente que brilha daqui, dali e de acolá:



















































Até a próxima postagem. Fui!

Ah! Olhar político

É uma aberração a figura do pré-candidato no sistema eleitoral brasileiro. Oficialmente, as campanhas eleitorais só começam três meses antes das eleições de outubro. Porém, meses ou anos antes, determinados cidadãos já divulgam a quem desejar saber (e mesmo para quem não quer) suas pré-candidaturas a um ou mais cargos públicos.

Assim, candidatos a uma vaga como deputado, senador, governador, presidente da República se mantêm na mídia provocando a curiosidade do eleitorado e da Imprensa. 

O intervalo entre as pré-campanhas e o período de propaganda eleitoral se traduz num irrecuperável desperdício de tempo. Grande quantidade dos que poderão se candidatar já tem mandato: concorrerá à reeleição ou disputará outros cargos. E, de forma muito antecipada, relega a segundo plano o trabalho para o qual o eleitor o designou para pensar, de novo, no próprio futuro.

Como o Congresso Nacional não legisla contra a classe, talvez a Justiça Eleitoral possa tomar como missão o preparo de regras capazes de impedir a superexposição de quem quer que seja antes do tempo. Sugestão para uma eventual reforma política: o fim das eleições bienais, que têm feito políticos pensarem um ano na eleição presente e outro ano na eleição seguinte.


COOCERQUI - Ofertas válidas de 20 a 23 de novembro:




COOCERQUI - Receitas com gengibre:


Amanhã, terça-feira, dia 21 de novembro, atendendo à solicitação do Depto. de Marketing da COOCERQUI, o blog vai postar receitas com gengibre: Asinha de frango ardente / Bolo cremoso de gengibre e gengibre em conserva / Frango com leite de coco e gengibre / Biscoito de gengibre e Chá de gengibre. As propriedades do gengibre é imensa. Pode ser usada na culinária e na medicina.