domingo, 31 de julho de 2016

Gente descolada daqui, dali e de acolá:






















































Praça da Matriz - Cerquilho


Ah! Os Estados Unidos sempre adoraram explodir tudo o que vem pela frente. No cinema deu tiro a queima na tela para assustar os espectadores. Explodiu carros, trens, navios, aviões, torres e o que mais pudesse ir para os ares. Até 11 de setembro tudo acontecia na casa dos outros. De repente, as explosões estão em suas ruas e cidades. Tão dolorosamente reais. Quem sabe, agora, deixe de achar tanta graça nesses filmes cada vez mais estúpidos. Sem nenhum conteúdo. O que vale são os efeitos especiais.


Com a imensidão ao alcance dos olhos há quem prefira trazer o horizonte a cinco centímetros do rosto. Essa distância, entre os olhos e o visor dos Smartphone e similares que as pessoas carregam consigo e de que não desgrudam nem para atravessar a rua, levar comida à boca ou dirigir o carro. O risco de cair num buraco, trombar num poste é grande. Sai fora dessa escravidão. 


Cozinhar bem não é nenhum mistério, não é preciso anos de prática, nem ingredientes caros e difíceis de encontrar e, tampouco, conhecimento de tradições culinárias estrangeiras. Tudo o que é preciso é usar os cinco sentidos.