sábado, 30 de janeiro de 2016

COOCERQUI e as tradicionais ofertas especiais:




Comprar no comércio local ajuda a fortalecer a classe média. Cidades com o comércio local mais forte estão se saindo bem melhor do que os lugares altamente dependentes. Incentivar o comércio local torna as cidades mais interessantes com opções variadas e divertidas. 









Alegria, alegria! Sorte, mais sorte!



Tomada do Centro Olímpico Municipal - Cerquilho - S.P.




















































Até a próxima postagem. Fui!
Ah! Sorte



Sorte não tem nada a ver com magia. Nada de pensar que umas pessoas têm outras não. A rigor ela é a mesma para todos. Quem se considera sortudo têm característica em comum que você pode facilmente adotar na vida: Multiplique as chances – Sabe aquele conhecido que vive ganhando em promoções? Ele ganha porque joga. Participe mais de concurso. Seja sociável – Quanto mais pessoas você conhecer, maior é a chance de que alguma delas traga boas notícias – como uma oferta de trabalho. Tenha calma – Se você vive correndo, jamais terá a sorte de notar aquela nota de 50 reais dando moleza na calçada. Busque o novo – Faça coisas diferentes. Com isso, sua chance de ter sorte se torna estatisticamente maior. Medite – Ajuda a tomar boas decisões, o que é essencial à sorte. Estudo constatou que as pessoas sortudas meditam com mais frequência. Não dê bola para os números – Queria se candidatar a um concurso concorridíssimo, mas desistiu porque a chance era pequena? Ao desistir ela passou a ser de 0%. E facilitou a vida do sortudo que conquistou a vaga.

Transforme o azar em sorte

Seja positivo – Quando você está no banco, assaltantes entram e atiram e acertam o seu braço de raspão. O azarado reclama de estar aí. O sortudo comemora ter se salvado por pouco. Pense a longo prazo – Talvez você seja demitido hoje, mas amanhã – oportunidade que só notou porque estava desempregado. Não se lamente – Ficar pensando no pneu furado não fará com que um novo apareça magicamente no lugar dele. Seja ativo – Analise objetivamente a situação de azar, e mude a sua conduta a partir disso (encha menos o pneu ou tente evitar ir ao banco, por exemplo).

“Ele teve o azar de sobreviver 7 acidentes graves. Mas a sorte de sobreviver a todos. E no final, ainda ganhou na loteria”

“Você se mata, mas seu colega é que tem a sorte de ser promovido? Não é sorte: É extroversão, característica 27% mais forte entre os sortudos”.

“Ir ao supermercado e pegar a fila mais lenta é uma situação clássica de azar. Ou sorte. Só depende de você”.


(Cerquilhense,  aproveite a  sorte paira sobre o nosso céu!)