terça-feira, 30 de junho de 2015

COOCERQUI - Banana Prata



Loja 1 - Cerquilho, Av. Brasil, 469 Centro (15) 3384-8600

Loja 2 - Boituva, Av. Pereira Ignácio, 250 Centro (15) 

3363-9410

Loja 3 - Tietê, Av. Alberto San Juan, 400 - Jardim Baccili 

(15) 3252-9100

Loja 4 - Cerquilho, Av. João Pilon, 1333 - Nova 

Cerquilho 

(15) 3385-1120


W.W.W.coocerqui.com.br

COOCERQUI, sinônimo de produtos de qualidade. 






Receita de Paçoca de Lombo com Banana-prata
  

INGREDIENTES

500 gramas de Lombo suíno salgado cortado em pedaços e dessalgado por 24H
1/2 xícara de chá de margarina Cremosa
2 cebolas cortadas em rodelas finas
4 dentes de Alho picados
1pimentão vermelho cortado em cubos pequenos
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes picada
2 ramos de Alecrim picados
4 bananas prata cortadas em rodelas
1 1/2 xícara de chá de farinha de mandioca torrada
Sal a gosto
8 talos de cebolinha picados
Essa receita forma uma farofa bem rica, úmida e saborosa. Prato típico da culinária brasileira, preparado com lombo  desfiada, misturando-se farinha de mandioca até que se transforme em uma mistura uniforme.
Modo de Preparar
·         Numa panela de pressão com 1 litro de água, coloque o lombo para ferver em fogo alto. Tampe e, quando começar a pegar pressão, reduza a chama e cozinhe por 40 minutos. Espere a panela perder a pressão, escorra a água, desfie o lombo e reserve.
·         Numa frigideira grande, derreta a margarina e refogue a cebola e o alho. Junte o pimentão vermelho e a pimenta dedo-de-moça e refogue por 1 minuto. Acrescente o lombo, o alecrim e a banana e aqueça um pouco. Desligue o fogo, junte a farinha de mandioca, o sal e a cebolinha. Misture e sirva em seguida.
·         Desligue o fogo, acrescente a farinha de mandioca, o sal, a cebolinha e misture bem. Sirva em seguida.
Toque Especial
Você pode substituir o lombo por carne de sol cozida e desfiada. Outra alteração possível é trocar o alecrim por coentro.

Filé de Merluza com banana prata e molho branco

 Ingredientes


1 k de filés de Merluza
suco de 2 limões
Sal e pimenta do reino moída na hora
Farinha para empanar
8 bananas descascadas e fatiadas ao meio no sentido do comprimento


Creme de alho
1 xícara de azeite
8 dentes de alho


Molho branco
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de farinha de trigo
600 ml de leite
sal e pimenta a gosto
Noz-moscada ralada a gosto
1 folha de louro
1 lata de creme de leite s/soro


Modo de preparar


Molho de alho: Bata o azeite com os dentes de alho. Reserve.


Tempere os filés com os limões, com o creme de alho,  o sal e a pimenta. Reserve na geladeira em vasilha tampada.


Passe os filés na farinha e numa frigideira bem quente grelhe os filés. Reserve em papel absorvente.
Grelhe as bananas. Reserve.


Molho branco
Coloque uma panela em fogo brando, derreta a manteiga e acrescente a farinha e com um batedor de arame ( fouet) bata vigorosamente por 3 minutos. Sem para de mexer, acrescente o leite, aumente o fogo e deixe ferver por cerca de 3 minutos. Batendo sempre. Tempere com sal, diminua o fogo e deixe cozinhar por mais alguns minutos, mexendo de vez em quando para não grudar no fundo. Junte a pimenta, a noz-moscada e o creme de leite. Desligue o fogo e bata por mais uns minutinhos.


Montagem
Num refratário untado com manteiga, faça camadas na seguinte ordem:
Molho branco
Fatias de banana
molho branco
Filés grelhados
Fatia de bananas
Filés de merluza
Molho branco
Queijo ralado


Leve ao forno para gratinar por 15 a 20 minutos.


Rende 5 porções bem generosas.


Falso crepe de doce de leite e banana

 

Ingredientes

Selo - Receita testada e aprovada
. 4 bananas nanica maduras, porém firmes
. 8 fatias de pão de forma sem casca
. 8 colheres de sopa de doce de leite
. 1/2 xícara de chá de leite para umedecer o pão
. Açúcar e canela para polvilhar
. 8 bolas de sorvete de creme
. Folhas de hortelã para decorar

Modo de preparo:

Corte as bananas ao meio no sentido longitudinal. Abra as fatias de pão de forma com o rolo de macarrão, até ficarem bem fininhas. Em seguida, passe 1 colher de doce de leite em cada fatia e por cima coloque meia banana. Enrole como um rocambole e prenda com um palito. Umedeça com um pouco de leite, coloque em uma assadeira untada com margarina e asse no forno preaquecido a 200 °C até dourar. Retire os palitos, polvilhe o açúcar misturado com a canela, decore com folhas de hortelã  e sirva com uma bola de sorvete.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Coroas enxutos

















Até a próxima postagem. Fui!

Ah! A carne assassina
O governo deu uma de bonzinho, amigo do povo. Ao colocar nos maços de cigarros homens cadavéricos, em cadeiras de roda, fígados escurecidos, impotentes sexuais... Valeu para escancarar todas as mazelas dos malefícios do fumo. De nada adiantou e nem adiantará. Influenciado pela campanha, enquanto um deixa de fumar dez inicia e as fábricas de cigarro comemoram.
Mais dia, menos dia, com a carne vermelha acontecerá o mesmo. Ela não será proibida, porque haverá lobby de produtoras, frigoríficos (...), açougues, churrascarias, restaurantes... Mas, não se surpreenda, se a picanha na brasa chegar a sua mesa com alguma advertência: imagem de um caixão de defunto, um cemitério, uma caveira, ossos cruzados... Como se a carne fosse uma bandida desclassificada. Cruz credo!
Brasileiros e brasileiras não entrem nessas campanhinhas do governo, elas só servem para favorecer seus aliados. Ah! Sem prazer, a vida não vale a pena!
P.S.: Cheirando a covardia e sem noção de como valorizar profissionais me deixaram viúvo, isto é, sem jornal. Estou passando o pão que o diabo amassou  Mas, jornalismo não tem lado. Quem tem lado é dado – seis! Jornalismo também não faz a mínima questão de saber, em que "palanque" vai mostrar o seu trabalho. Estou me leiloando!...

Surpresinhas ligas à Cerquilho - mais imagens

















Até a próxima postagem. Fui!

Ah! A carne assassina
O governo deu uma de bonzinho, amigo do povo. Ao colocar nos maços de cigarros homens cadavéricos, em cadeiras de roda, fígados escurecidos, impotentes sexuais... Valeu para escancarar todas as mazelas dos malefícios do fumo. De nada adiantou e nem adiantará. Influenciado pela campanha, enquanto um deixa de fumar dez inicia e as fábricas de cigarro comemoram.
Mais dia, menos dia, com a carne vermelha acontecerá o mesmo. Ela não será proibida, porque haverá lobby de produtoras, frigoríficos (...), açougues, churrascarias, restaurantes... Mas, não se surpreenda, se a picanha na brasa chegar a sua mesa com alguma advertência: imagem de um caixão de defunto, um cemitério, uma caveira, ossos cruzados... Como se a carne fosse uma bandida desclassificada. Cruz credo!
Brasileiros e brasileiras não entrem nessas campanhinhas do governo, elas só servem para favorecer seus aliados. Ah! Sem prazer, a vida não vale a pena!
P.S.: Com requintes desprezíveis estou viúvo, isto é, sem jornal. Mas, jornalismo não tem lado. Quem tem lado é dado – seis! Estou me leiloando!...

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Imagens




Os gêmeos Valentina e Luiz Henrique, meus sobrinhos bisnetos fofíssimos.






Esta foto e as quatro seguintes são da cerquilhense Cristiane Grando, em Buenos Aires - Argentina. 

















Até a próxima postagem. Fui!
Ah! Corte de árvores – Por determinação de nunca se sabe de quem e para indignação de muitos cidadãos árvores que fazem sombra nas calçadas e praças são cortadas. Sei lá para mostrar serviço? E o resultado final nessas podas é que geralmente, ao se verificar os troncos cortados em cubos estão sadios, tão sadios, sem brocas e cupins  que não é nada difícil vê-los na versão banquinhos, em varandas, em chácaras...
Trecho de "Respingos" publicado em jornais da cidade.