terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Vinagre balsâmico


Vinagre balsâmico ajuda a prevenir doenças cardiovasculares


Além de saudável, o vinagre balsâmico tem poucas calorias.
Utilizado para realçar o sabor das receitas, o vinagre balsâmico é um condimento distinto devido ao processo de elaboração e das características aromáticas que adquire. De aspecto denso e escuro e sabor acentuado agridoce é recomendado para aromatizar saladas, carnes, peixes, no preparo de molhos e até sobremesas.

O vinagre, à semelhança do vinho possui antioxidantes e flavonóides, substância que está associado com a redução no risco de desenvolvimento de doenças crônicas, bem como as cardiovasculares.

Estudo realizado em 2006, pelo Prof. Dr. Robert Vogel da Universidade Maryland, nos Estados Unidos revela que o balsâmico associado ao azeite de oliva ajuda a reduzir a repentina inflamação e oxidação das artérias.  Preservam a elasticidade e flexibilidade das artérias independente dos níveis de colesterol.

Segundo o estudo, as dietas ricas em gordura atrapalham a produção de óxido nítrico, substância necessária para manter as artérias flexíveis. Com o tempo, isso pode causar o endurecimento dessas artérias e aumentar os riscos de doenças cardíacas. O vinagre balsâmico aliado ao azeite de oliva é benéfico porque contém arginina, um aminoácido usado pelo corpo para produzir óxido nítrico.

Balsâmico aliado ao azeite - Segundo o cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração, Daniel Magnoni, tanto o balsâmico quanto o azeite de oliva são elementos que compõem a dieta mediterrânea, que cada vez mais recebe validações de seus ingredientes que possuem efeito relaxante arterial, antioxidante e previne doenças cardiovasculares.
Magnoni.


“Cerca de 60% do cardápio da dieta mediterrânea é composto por cereais; 25% por gordura de origem vegetal, como o azeite de oliva e apenas 5% por carne. O balsâmico tornou-se elemento complementar desta dieta, pois associado ao azeite de oliva ajuda a eliminar os radicais livres além de desobstruir as artérias estimulando a eliminação do colesterol, conclui Dr.



 

Salada de rúcula com tomates cereja




Ingredientes
- 1 molho de rúcula fresca
- 2 ovos cozidos
- 200 gramas de queijo mussarela cortado em cubinhos
- vinagre balsâmico a gosto
- azeite de oliva a gosto
- sal
- 8 tomatinhos cereja cortados ao meio

Modo de fazer

Em um recipiente com água e vinagre branco deixe a rúcula e os tomatinhos cereja de molho por 20 minutos. Rasgue as folhas de rúcula ao meio, e os tomatinhos cereja já cortados. Tempere com sal e vinagre balsâmico a gosto. Acrescente o queijo ralado e os ovos cozidos cortados em rodelinhas. Adicione o azeite de oliva a gosto e esta pronta para servir.


Berinjela ao vinagre balsâmico




Ingredientes:


3 berinjelas pequenas
1 pimentão vermelho em tirinhas
1 cebola média cortada em pétalas finas
1 dente de alho picadinho
Azeite (um fio para refogar os legumes, outro para servir)
Vinagre balsâmico (adicione aos pouquinhos e vá provando até achar o seu gosto)
1 pitada de pimenta calabresa
1 colher (chá) de orégano seco
Sal a gosto


Modo de preparo:


Lave as berinjelas e corte em fatias no sentido do comprimento. Passe sal nos dois lados de cada fatia, disponha num escorredor de macarrão e ponha um peso em cima (um prato, por exemplo). Deixe assim por meia hora, até que saia bastante líquido. Enxague as fatias, escorra-as bem e corte-as em tiras.


Leve ao fogo uma frigideira média com um fio de azeite. Espere-o esquentar um pouco e acrescente as berinjelas em tirinhas. Refogue-as até que comecem a pegar cor. Adicione então a cebola em pétalas, o alho e o pimentão. Refogue por mais alguns minutos. Agora é hora de temperar tudo com o vinagre balsâmico, a pimenta calabresa, orégano e sal.


Deixe o sabor apurar por alguns minutos em fogo baixo. Se achar que a berinjela está ficando ressecada, acrescente um pouquinho de água.


Desligue o fogo, acrescente um fio de azeite, misture e sirva. Se preferir comer como antepasto, deixe esfriar até chegar à temperatura ambiente.


Iscas de carne com molho de vinagre balsâmico

Ingredientes:
1 kg de carne cortada em tiras (pode ser filé mignon, alcatra ou contra-filé)
1/4 xícara de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1/2 xícara de vinagre balsâmico
1/2 xícara de vinho tinto seco
1 pitada generosa de açúcar
sal e pimenta-do-reino
Modo de fazer:
Tempere a carne com o sal, a pimenta, junte a farinha e misture. Numa panela grande e quente, coloque o azeite, frite a carne, mexendo somente para não queimar, quando dourar, adicione o vinagre, o vinho, o açúcar, misture e cozinhe até o molho reduzir. Sirva quente.
Até a próxima postagem. Fui!

Ah! Como pelar tomates
Existem várias formas de pelar (descascar) um tomate inteiro, esta é uma opção. Com a lamina de uma faca bem afiada faça cortes ao comprido do tomate, como se fossem gomos de laranja, mas somente à superfície da pele. Coloque-os em seguida numa panela com água fervente e poderá ver a pele a enrolar de imediato e a desprender-se do tomate, retire os tomates da água quente e coloque-os de novo em água, mas desta vez bastante fria para que o calor não os cozinhe.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Bico de Pena

Trabalho em bico de pena feita por este blogueiro.



Tinta nankin

Quanquer informação escreva para respingos@uol.com.br
Até a próxima postagem. Fui!

Ah! Bico de pena ou pena é ferramenta usada para escrita e desenhos. Atualmente utilizada praticamente só para arte, a pena, é famosa pelo seu formato especial que permite aos artistas usufruir facilmente do chamado “efeito fino-grosso” do traço. Esse efeito costuma ser usado para dar volume aos desenhos, embora possa ser feito também com um pincel. Existem diversos tipos de penas e também diversas grossuras, cada um com seu traço específico e características próprias.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Máquina de voar



Os beija-flores são aves de pequeno porte, que medem em média de seis a doze centímetros de comprimento e que pesam de duas a seis gramas. O bico é normalmente longo, mas o formato preciso varia bastante com a espécie e está adaptado ao formato da flor que constitui a base da alimentação de cada tipo de beija-flor. Uma característica comum é a língua bifurcada e extensível, usada para extrair o néctar das flores.
O esqueleto e constituição muscular dos beija-flores estão adaptados de forma a permitir um voo rápido e extremamente ágil. São as únicas aves capazes de voar em marcha-ré e de permanecer imóveis no ar. O batimento das asas é muito rápido e as espécies menores podem bater as asas de setenta a oitenta vezes por segundo. Em contraste, as patas dos beija-flores são pequenas demais para a ave caminhar sobre o solo. As fêmeas são, em geral, maiores que os machos, mas apresentam coloração menos intensa. Vivem, em média, doze anos e seu tempo de incubação é de treze a quinze dias.

Até a próxima postagem. Fui!


 Ah! O beija-flor é uma das menores aves do planeta, suas cores metálicas surpreendem pela variedade de cores, formas e tamanho. É uma ave muito interessante. O único pássaro que paira no ar, voa para trás, para cima, em movimento circular, em helicoidal, em parafuso e em cambalhota. Um bailarino no ar. 

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Imagens fantásticas

Caros amigos, desta vês postei imagens fantásticas surrupiadas da internet. Espie e aguce a imaginação...




Até a próxima postagem. Fui!

Ah! A beleza da arte moderna não obriga reproduzir o real. Quanto mais o artista se afastar da realidade melhor. No começo todo todo artista copia para executar, mas depois tem que criar asas. Tem que sentir, imaginar. A arte moderna rompeu com o passado e propôs nova forma de arte, mais livre, sem regras que tolhiam a criação.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Automóvel de mais



Administrações das principais metrópoles brasileiras deveriam levar puxões de orelhas por priorizarem o automóvel. Todas com o trânsito saturado, sem agilidade, tornando a vida de quem nela vive insuportável. Quanto cimento! Quanto asfalto! A situação caótica que essas cidades se transformaram não é obra do acaso, mas sim de sucessivos governantes que jamais tiveram olhar para o futuro. É preciso que governantes de pequenas e médias cidades se alertem pelo perigo de priorizar o carro a qualquer custo. A cada novo viaduto a cada gigantesco estacionamento, matas são derrubadas juntamente com parques, praças, praças esportivas, jardins são dizimados. É preciso dar chance aos  pedestres e aos ciclistas. Perde-se muito tempo no trânsito. A qualidade de vida diminui e a poluição aumenta, as enchentes é o terror de seus moradores. A cada espaço para estacionar carros motoristas e comerciantes esfregam as mãos de tanto contentamento. Tilim, tilim, tilim. No entanto todos deveriam levar a sério que quando glebas de terra viram asfalto e não se oferece passagens para a água da chuva algo de ruim vai acontecer. A terra quando agredida vira uma fera – bem madrasta – das brabas!

Queridos amigos até a próxima postagem. Fui!
Ah! O trânsito está tão insuportável que a velocidade média do automóvel é a mesma do pedestre: 7 km/hora. O carro de boi faz 17.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Pombos


Os pombos, nos dias de hoje, são considerados ratos de asas. São agentes de mais de 20 doenças. A mais grave é a criptococose que mata 30% em casos de diagnósticos tardios. Portanto, quem os alimenta no perímetro urbano estará contribuindo para espalhar doenças e sujar estátuas, praças, calhas.... Como se livrar deles? Não adianta sair matando. Até porque, toda e qualquer tentativa de agressão aos pombos pode configurar crime ambiental de acordo com a Lei Federal número 9605 de 1998. Contra os pombos melhor que a repulsa á a indiferença. Contra a proliferação dessas aves o melhor é não alimentá-las. Deixar que a natureza se incumbisse de tal tarefa. Quem sabe, dessa forma, eles retornassem ao seu habitat – a mata.

Abraços carinhosos queridos amigos. Até a próxima postagem. Fui!


Ah! O verdadeiro amigo lhe convida para que possa desfrutar e compartilhar das mesmas lembranças e alegrias sem ligar na sua condição econômica ou pessoal e sem esperar qualquer outro retorno.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Cominho




Se você pensa que os temperos só servem para dar sabor melhor à comida, uma ótima notícia: os condimentos utilizados dia a dia são ótimos ingredientes para ativar a digestão e prevenir doenças, principalmente do estômago. Salsa, manjericão, alecrim, orégano, alho, pimenta e cominho são ricos em vitaminas e minerais antioxidantes.

COMINHO. É planta de raízes brancas, fibrosas, de caule ereto, estriado, ramoso crescendo até 40 cm de altura. Segundo estudos a respeito, sua origem é do Egito ou da Etiópia, muitos anos antes de Cristo. Espalhou-se pela Europa toda, foi usada também pelos Gregos e, atualmente, usada no mundo inteiro. Suas sementes são consideradas uma das “quatro sementes quentes”. Elas são aromáticas, carminativas, cmena-gogas e oleaginosas. Servem especialmente como condimento. Sua entrada no Brasil deve datar da época do seu descobrimento.

Bolo de cominho
110g de manteiga em temperatura ambiente
110g de açúcar refinado
2 ovos grandes, batidos
150g de farinha de trigo já com fermento
25g de amêndoas trituradas
2-3 colheres [sopa] de leite
2 colheres [sopa] bem cheias de sementes de cominho (ou em pó)
2 colheres de sopa de açúcar cristal
1 colher de sopa de amêndoas fatiadas fininhas, levemente amassadas.
Preaqueça o forno a 180º C. Fôrma: redonda, 18 cm, untada e enfarinhada ou untada e preparada com papel-manteiga.
Bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme claro e fofo. Acrescente os ovos batidos aos poucos batendo sempre. Quando estiver bem homogêneo, pegue uma colher de metal e incorpore as amêndoas trituradas, as sementes de cominho e a farinha bem de leve. Adicione o leite aos poucos até obter consistência que a massa caia da colher. Coloque na forma preparada. Alise a superfície com as costas de uma colher e salpique o açúcar e as amêndoas em flocos. Asse no meio do forno por uma hora ou até que o bolo pareça estar encolhendo, afastando-se da parede da assadeira. Deixe esfriar durante 10 minutos antes de desinformá-lo. Deixe esfriar completamente numa grade aramada.
Diz que fica melhor depois de um ou dois dias, então embrulhe em papel alumínio e guarde numa lata.
Grão-de-bico ao alho com peixe ao cominho
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
3 alhos-porós em tirinhas
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão siciliano, bem picadinhas
3 dentes de alhos fatiados
2 latas de 400g (cada) de grão-de-bico, escorrido e enxaguado
¼ xícara de salsinha picada
sal
pimenta do reino
Peixe ao cominho:
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de cominho em pó
1 pimenta dedo de moça pequena
4 filés de 200g (cada) de peixe de carne branca e firme, cortados em pedaços (pescada branca, merluza...)
Sal
Aqueça uma frigideira em fogo médio; acrescente o azeite, o alho-poró e as raspas de limão e refogue, mexendo ocasionalmente por uns 8 minutos ou até que o alho-poró fique dourado e levemente crocante. Adicione o alho e cozinhe por 1 minuto. Junte o grão-de-bico e cozinhe por 5 minutos ou até que esteja tudo quentinho. Adicione a salsinha e o sal e misture bem.
Para fazer o peixe, aqueça uma frigideira em fogo médio, junte a manteiga, o azeite o cominho e a pimenta e refogue por 3 minutos. Arrume os filés de peixe na panela e cozinhe por 2-3 minutos de cada lado ou até que esteja cozido por dentro.
Coloque o grão-de-bico em pratos, arrume o peixe ao lado e sirva com fatias de limão.
Rendimento: 4 porções
Até a próxima postagem. Fui!

Ah! Para descascar alho mais rapidamente deixe-os de molho em mágua morna por cinco minutos e as cascas se soltarão facilmente. Nunca esqueça de apenas deixar escorrer a água da torneira nas mãos, sem esfregar, após a manipulaçao desse delicioso tempero. 


domingo, 22 de janeiro de 2012

Telhado branco


Telhado branco. Ajudar o planeta pode não ser tão difícil assim. Pequenas mudanças podem fazer grande diferença. Quer saber de uma bem inusitada? Pintar o telhado das casas de branco pode ajudar a combater o aquecimento global. A ONG Green Building Council lançou a segunda parte da campanha intitulada "One Degree Less - White Roofs Initiatives for 100 Cities”, que incentiva a pintura dos telhados das grandes cidades com a finalidade de evitar o aumento do aquecimento global. Ao pintar as superfícies das construções com material claro é possível diminuir os efeitos da incidência solar. Desde que foi lançada, em 2009, a ação já estimulou a pintura de mais de 450 mil m² no mundo todo, o que equivale à retirada de 45 mil carros de circulação ou 45 mil toneladas de carbono. Além disso, o telhado branco traz outros benefícios como: diminuição das ilhas de calor de prédios e casas, fácil aplicação e pouca manutenção e redução do custo de ar condicionado e ventilador. Boa idéia, não é?!

Olá, gente querida! Tudo na santa paz? Ótimo domingo. Até a próxima postagem. Fui!

Ah! "Pode parecer inofensivo acreditar em espíritos ou telepatia. Não é. Quem acredita nisso pode acreditar em qualquer coisa". Michael Shermer - Diretor de ONG americana que combate as superstições diz que vivemos uma era de irracionalismo e que acreditar em tudo pode ser perigoso.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Sete pecados capitais

Contiuação de ontem: Os Sete Pecados Capitais

Soberba: Arrogância ao extremo, ser orgulhoso, pessoas soberbas não se desculpam, se acham corretas sob qualquer acusação, não têem capacidade de perdoar ou de pedir perdão;


Vaidade: E precisa dizer mais alguma coisa? Narcizismo te lembra algo? Quantas mulheres já morreram depois de uma cirurgia estética, por procurar a perfeição e bom preço, quantas pessoas gastam milhares de reais ou dólares ou euros para buscar a tão sonhada forma perfeita, o rosto sem rugas, o corpo malhado sem exercícios, os seios e traseiros enormes, homens que tomam anabolizantes para criar músculos mais rápidos sem se importar com a saúde. Não podemos esquecer que a perfeição não existe.
Preguiça: Sair de casa pra trabalhar? Que é isso? É o cúmulo!!! Pois é, muita gente pensa assim, o povo acha que tem que ganhar dinheiro em casa dormindo ou coçando o saco, tem gente que esquece que não existe vida fácil... Muitos procuram o dinheiro fácil nas drogas, no tráfico, na prostituição, mas uma coisa eu sei, tudo que vem fácil, vai fácil, já conheci pessoas que chegavam a ganhar 2,3 mil reais em um dia de venda, mas no dia seguinte já não tinham 10 reais no bolso.

Abraços. Até a próxima postagem. Fui!

Ah! "A melhor forma de enfrentar a morte é encará-la de cabeça erguida. A morte faz parte da vida, e fingir que um morto pode falar por intermédio de pessoas que cobram por seus seviços é insulto à inteligência dos vivos" (...)


quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Sete pecado capital

Sete pecados capitais
Luxúria: Valorização extrema à sexualidade e sensualidade, podemos dizer que são os ninfomaníacos. Tudo que é demais estraga e, digamos que, quando falamos de luxúria podemos falar de prostituição, e não digo daquelas que transam por dinheiro, muitas vezes porque não tem outra opção de vida, mas a prostituição deliberada e gratuita, que é quando o cidadão ou cidadão resolve que tem que transar com todo mundo, que sai com um cara na balada, ou com uma garota e já tem que transar, tem que fazer sexo com ela (e) ou não terá tido um encontro satisfatório;


 

Gula: Comer demais, comer só por prazer e não para satisfazer a fome ou as necessidades do corpo. Tem gente que não está nem com fome, e come feito um boi, vai comendo até passar mal, sem se importar se vai ganhar quilos e quilos a mais, se vai virar uma pessoa obesa, ou morrer de colesterol ou diabete;



Avareza: Ambição demais, materialismo demais, vontade de enriquecer de qualquer forma, não importam as formas, não importa se será necessário pisar em outras pessoas pra crescer, o avarento o fará sem sentir remorso, pois estará agindo em benefício próprio sem olhar à outrem;

Ira: Sede de vingança. Sentir rancor, deixar se levar pelo ódio, agir sem pensar em um momento de fúria, permitir que a raiva seja o maior sentimento dentro do coração;

Amanhã será postado a Soberba, Vaidade e Preguiça.

Gente, muito obrigado por fazer este blog acontecer. Até a próxima postagem. Fui!

Ah! Os ricos teriam que comer dinheiro se, por sorte, os pobres não fornecessem a comida. Provérbio Russo.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Peras cozidas no vinho


PERA RED


INFORMAÇÕES
A pêra é um fruto muito nutritivo de sabor adocicado.
Possui casca fina que pode ser, de acordo com a espécie, de cor amarela, verde ou vermelha.
A polpa também varia de acordo com a variedade podendo ser macia, dura ou granulosa.
As variedades mais conhecidas no Brasil são: pêra willians, pêra-d'água, pêra de pé curto e pêra red (casca vermelha).
É rica em sais minerais como sódio, potássio, ferro, magnésio e cálcio.
As vitaminas encontradas na pêra são do tipo A, C e do complexo B.
Cada 100 gramas deste fruto apresenta, aproximadamente, 52 calorias.
É fruta rica em fibras contribuíndo para o bom funcionamento intestinal.
É típica de regiões de clima temperado.
Na culinária, é utilizada para a fabricação de geléias, compotas, sorvetes e outros doces.

A árvore que produz este fruto chama-se pereira.

Pêras cozidas no vinho




Se você está absorvido pelos médicos de comer doce e mesmo assim anda buscando opções mais lights é provável que essa pêra cozida no vinho venha a calhar. Além de ser uma opção saudável e que leva pouco açúcar, ela ainda dá fim àquele vinho que ficou esquecido na geladeira e passou da hora de beber.
A receita pode ser preparada tanto com vinho tinto quanto com branco (seco). Outros sabores podem ser adicionados como cravo e canela ou uma pitada de gengibre...  
Agora, na hora de saborear essa maravilha. por favor acrescente ao lado uma bola de sorvete de creme, de nata,...
Ingredientes
4 pêras pequenas (daquelas mais durinhas)
50 gramas de açúcar refinado
300 ml de vinho tinto
raspas da casca de 1/2 limão (opcional)

Modo de fazer
Descasque as pêras e coloque-as numa panela que as acomode sem muita sobra. Junte o vinho, o açúcar e as raspas de limão. Complete com água até que as pêras estejam cobertas e leve ao fogo. Quando ferver tampe a panela e deixe fervendo em fogo baixo por 20 minutos.
Depois que esfriarem conserve-as em geladeira na própria calda.


Ah! Perigos na Cozinha

Para os microorganismos a cozinha é o paraíso. Um lugar quentinho, com água e comida.
Eles podem alterar a cor, o cheiro ou o sabor dos alimentos ou podem estar presentes no alimento sem alterá-los. São esses que acabam causando doenças, afinal de contas, ninguém come algo ao perceber que esta estragado.
A cozinha esconde vários perigos onde esses microorganismos podem crescer como esponja, tabuas de corte (principalmente as de madeira), paninhos de pia…
Para evitarmos riscos algumas medidas simples podem ser tomadas:
-Evite colocar lixeira em cima da pia, utilize lixeiras de pedal;
-Utilize solução clorada para desinfecção da esponja da pia e não a utilize por mais de uma semana;
-Utilize papel toalha ao invés dos paninhos que acumulam água e sujeira;
-E por fim, evite qualquer utensílio de madeira na cozinha. São porosos e acumulam água e sujeira. Não adianta esfregar, não fica limpo.
Ligue o sinal de alerta. O invisível é a pior doença.